Do chão não passa

pormarcelomarques

Do chão não passa

Do chão não passa…

Meu pai chega com uma linda Caloi sem saber, no entanto, quanta lição iria me ensinar…

No início, eram duas rodinhas de apoio que me protegiam de um possível tombo, no entanto, confiança maior eu tinha na presença dele. Ainda lembro da sua voz firme e – ao mesmo tempo – sarcástica que dizia: Vai, filho…pedala, filho…do chão você não passa…isso mesmo…do chão eu não passaria. Pode?

Depois de alguns dias eu o vi tirando uma das rodinhas de apoio e, ao mesmo tempo, olhava para mim com aqueles grandes olhos negros que diziam – como um grande sinaleiro – do chão não passa!

Sentei no selim, empunhei o guidão com medo e nem deu tempo para pensar duas vezes…sua voz com hálito quente no meu ouvido disse mais uma vez, do chão não passa. Vai…pedala, Marcelo!

Pedalei como um bêbado, sem coordenação e, para minha surpresa, eu não caí. Fiquei tão orgulhoso…olhei para trás buscando o seu olhar de orgulho e aprovação e, nesse momento, levei um grande tombo.

Antes que me desse conta do ocorrido, antes de sentir a dor dos ralados no asfalto, ele segurou a minhã mão e me levantou em sua direção e disse: Não falei? Do chão não passa!

Um dia depois, lá estávamos…E, para minha surpresa, a minha caloi estava sem as duas rodinhas de apoio…meu pai enlouqueceu, pensei.

Foi-me apresentado, naquele momento, o primeiro grande desafio da minha breve vida. Vamos lá, filho…Você consegue e lembre-se…do chão não passa!

Olhei para os braços ralados, ainda manchados com o famigerado mercúrio e merthiolate e titubeei ..Mas as palavras de incentivo e a presença do meu me fortaleciam…afinal, para que rodinhas de apoio?

As primeiras pedaladas ele tava ali, segurando o selim…pensei – só por um segundo – será que ele…ops…soltou…fui sentindo a brisa de uma linda noite de verão do ano de 1979 no meu rosto e acreditem, na época, tinha cabelos e eles voavam ao vento…

E fui…pedalando pelo tempo…até hoje tenho a sensação que o meu pai segura o selim da minha vida…

Obrigado pai, por tudo que me ensinou…onde quer que esteja, saiba que já caí várias vezes e, realmente, do chão nunca passei.

Te amo,
Marcelo Marques – 10/08/2016

MARCELO MARQUES

Sobre o Autor

marcelomarques administrator

Professor, Palestrante e Consultor. Autor de livros na área de gestão e gestão pública. Co-Fundador do Concurso Virtual, umas das maiores empresas de EAD vendida ao Grupo UOL. Fundador do 4YouArt, consultoria de Identidade Visual. Co-Fundador do Lead Automático, startup geradora de Plataforma de Marketing Digital.

Deixe uma resposta