Arquivo mensal março 2018

pormarcelomarques

Pensar não custa nada, nem neurônio!

Sabe aquele momento que temos a certeza absoluta que o Governo – por meio do Ministro Carlos Marun – aquele mesmo que defendia, ferozmente, o bandido Eduardo Cunha, que dançou cantando a música do Benito di Paula, “Tudo está no seu lugar”, quando articulou a rejeição da segunda denúncia do Temer? Então, voltando a linha de raciocínio…Sabe aquele momento que temos a certeza que eles nos julgam verdadeiros idiotas? Bem, em declaração feita no Castelo Assombrado, ele chama a impressa e diz: “As prisões dos amigos de Temer, investigados no caso do Decreto dos Portos, são um complô ao presidente em função da sua possível candidatura à reeleição”.
Um presidente com a maior taxa de rejeição da história, que se aproxima dos 95%, seria, então, uma ameça que motivaria a Procuradora Geral da República (Raquel Dodge) e o Ministro do STF (Barroso) articularem todas essas prisões de pessoas que orbitam o Michel Temer?
Marcelo Marques (29/03/2018)

pormarcelomarques

O mundo tá melhorando, pode acreditar

O mundo nunca esteve tão imerso no amor como agora…
Você pode até achar um absurdo a minha primeira linha, mas se avançar um pouco mais, tenho certeza que me concordará comigo.
O amor está nos quatro cantos do nosso planeta, somente ele é capaz de curar o sofrimento. Remédios aliviam a dor, mas o amor age sobre a nossa alma.
A violência e a intolerância, na verdade sempre existiram e em escalas muito maiores. Fazendo uma breve pesquisa, nos 12 maiores conflitos armados, 240 milhões de vidas foram perdidas.
A terra – invariavelmente – está progredindo. O que estamos vendo, nesse momento, é o ápice de um processo sem volta, ou seja, a transformação em um planeta melhor. Lance os olhos nas crianças e perceba essas transformações já em fase de transição.
Nada vai bloquear este processo, nem mesmo as guerras que nos atingem, nem o Estado Islâmico e suas barbáries, nem a violência que bate a nossa porta e nem mesmo os políticos que matam direta e indiretamente com a mais perigosa das armas, a corrupção.
Não perca a fé na humanidade e tente enxergar o bem e o belo…para finalizar, vou deixar uma pequena história que, certamente, contribuirá para a percepção do momento que vivemos.
– Um palestrante ao sentar à mesa, antes de começar a falar, retira da sua mochila vários objetos: Lindos cristais, pedras das mais variadas cores e formatos, lindas flores que exalavam seu perfume por todo ambiente e, por fim, um pote de vidros com várias aranhas. Arrumou os objetos na mesa, um ao lado do outro e todos da platéia olhavam com repulsa para o pote com aranhas e nem perceberam quanta beleza havia ao redor.
Pense nisso. Você participa do processo de mudança!

Marcelo Marques – 26/03/2018

 

pormarcelomarques

Como não nos demos conta? O Brasil tem arma de destruição em massa!



E incrível como a sociedade ficou cega por tanto tempo. Como não percebemos que temos armas de destruição em massa?
E o pior, já vem sendo usada faz tempo e, mesmo assim, não percebíamos. A mídia, mesmo cumprindo o seu papel em um estado democrático nos avisava entre um noticiário e outro, decerto não temos a certeza que o fizeram da forma correta, tampouco de forma imparcial, mas, mesmo assim, não nos demos conta.

Sim, a nossa arma de destruição em massa mata mais que todas as bombas atômicas que já foram, até hoje, lançadas com vítimas fatais. As bombas de Hiroshima e Nagasaki mataram quase 300 mil pessoas. Esse número é quase o mesmo das pessoas que morrem nas estradas e que ficam com sequelas em um único ano. Sim, a nossa arma de destruição em massa é a CORRUPÇÃO que está presente em cada curva não sinalizada, no buraco, na manutenção precária ou inexistente e na fiscalização corrompida.

Nossa arma de destruição em massa mata 60 mil pessoas por ano, um número que, infelizmente, vem aumentando. Esse é o número de assassinatos no ano de 2016. A corrupção puxou o gatilho todas as vezes, pode acreditar.

A cada 3 minutos 2 pessoas morrem por falta de atendimento médico no Brasil. Vamos fazer a contas? 1 hora tem 60 minutos, logo por hora 40 pessoas morrem por falta de atendimento, no final de um dia são 960 e ao final de um ano, acreditem, são 350.000.

Mas, ao contrário do que acontece lá do outro lado do Oceano Atlântico, não precisamos invadir e nem destruir um país, para não encontrar o que, supostamente, ele possuía. A exemplo do que os Estados Unidos fizeram com o Iraque. Para isso, vamos usar uma arma que não vem sendo utilizada corretamente por falta de treinamento, o voto.

Marcelo Marques
25/03/2018

 

 

pormarcelomarques

Mudança diária


O homem se coloca, todos os dias, frente à situações que o convocam a uma mudança de postura. Morre o homem mau, nasce o homem bom. Morrem a desesperança e o desespero, nasce a fé. Morre o egoísmo incorrigível, nascem o amor ao próximo e a caridade. Morre o orgulho, nasce a humildade. Sim, a humildade que não tem, absolutamente, nada a ver com submissão. Na realidade, temos o maior exemplo de humildade em Jesus que, por meio de sua elevação moral, não se submeteu a nada e a ninguém. Foi para cruz e deixou seu legado moral. Seu código nunca, em nenhum momento da história da humanidade, esteve sequer um milímetro ultrapassado, na realidade, nunca esteve tão atual. 
E assim, meus queridos amigos, clientes e alunos, deixo aqui esta reflexão:
Vamos juntos fazer um mundo melhor, ainda que tudo pareça que esteja errado. Vamos começar por nós, nos amando e nos perdoando. Não somos capazes de amar a quem quer que seja,  sem, contudo, nos amarmos. Estamos aqui para aprender, para evoluir. A trajetória nem sempre é vertical ascendente, mas precisa ser constante e para cima. Vamos renascer todos os dias.

Nesse momento de polarização, de revanchismos e inimizades por ideologias, devemos, cada um do seu jeito, plantar o AMOR, pois, só assim, teremos a colheita que nos é reservada.
Fiquem com Deus. 
Prof Marcelo Marques – 19/03/2018

+ CRÔNICAS, POESIAS E ARTIGOS – CLIQUE AQUI

pormarcelomarques

Edital TRT-RJ saiu

Querido(a) aluno(a), tudo bem?

Você pode gabaritar as minhas três disciplinas e garantir 36  pontos dos 90 possíveis. Isso mesmo, serão 30 questões de peso 3 (três) distribuídas entre as 5 matérias de conhecimentos específicos, sendo que 2 (duas) são minhas. Acertar, questão a questão, das minhas disciplinas, acredite, vai te colocar lá em cima na classificação geral. Então, vamos GABARITAR?

O Rodrigo Cordeiro, uma pessoa como você, me deu um voto de confiança e estudou só com os meus materiais. Apostou nas aulas online, otimizou o seu tempo de estudo, tomou a decisão certa, até porque, após o edital, você só terá uma única oportunidade de estudar com o material certo e com  as aulas certas. Qual foi o resultado? Foi aprovado em 12 concursos, 4 deles em primeiro lugar e tudo isso, lá de uma cidade do interior do Mato Grosso.

Assista ao vídeo com o seu depoimento!

Eu acertei 98% da prova de Auditor Fiscal (RH) do TCU estudando exclusivamente com o professor Marcelo Marques – suas aulas e livro.” (Beto Flash)

A Francine Marceli também deixou o seu recado. Vocês não tem noção de como fico feliz com esses feedabacks.

Então, o que eu preparei para vocês?

Primeiramente você precisa saber que, dentro da disciplina de Gestão de Pessoas, mesmo que equivocadamente, temos vários itens de Administração Geral. Você tinham percebido isso? Dessa forma, preparei um curso de Administração Geral, Pública e Gestão de Pessoas. Afinal, eu quero que você GABARITE as minhas questões e garanta, pelo menos, 36 pontos nas questões de conhecimentos específicos que possuem peso 3. Isso mesmo, peso 3.

Preparei um curso completo com muito valor agregado, afinal você merece! Hoje, com toda certeza, posso dizer que um dos motivos da minha felicidade é ter ajudado milhares e milhares de pessoas a transformarem as suas vidas. Quero fazer parte da sua trajetória, pois o seu sonho é a minha meta!

O nosso curso será composto de:

1. Vídeo-aulas

E para apenas os 100 primeiros inscritos temos todos os bônus abaixo:

2. Materiais complementares em pdf
3. Questões comentadas em vídeo e pdf
4. Lives Exclusivas, inclusive com revisões nos últimos 15 dias antes da prova
5. Temos vários vídeos do Prof Rodrigo Menezes, eleito o melhor professor Constitucional do Brasil pelos alunos da Folha Dirigida
6. Grupo de WhatsApp com dicas diárias.
7. Condição Especial de Pagamento.

GARANTIA
Eu tenho tanta certeza que você vai gostar do curso que eu te dou uma GARANTIA INCONDICIONAL de 10 (dez) dias e, se por qualquer motivo, você perceber que o curso não é para você, basta me enviar um e-mail que eu cancelo –  sem letra miúda e sem conversa fiada – imediatamente e devolvo o valor do seu investimento.

 

Então é isso! Estou te aguardando dentro do curso e não deixe de cadastrar, corretamente, o seu número de celular. Dessa forma, se você for um dos 100 primeiros inscritos, eu incluo você no grupo exclusivo do WhatsApp.

Clique AQUI e garanta a sua vaga. Mas corra, pois somente os 100 primeiros receberão os bônus acima e condições especiais de pagamento em até 5 vezes sem juros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

pormarcelomarques

Do chão não passa

Do chão não passa…

Meu pai chega com uma linda Caloi sem saber, no entanto, quanta lição iria me ensinar…

No início, eram duas rodinhas de apoio que me protegiam de um possível tombo, no entanto, confiança maior eu tinha na presença dele. Ainda lembro da sua voz firme e – ao mesmo tempo – sarcástica que dizia: Vai, filho…pedala, filho…do chão você não passa…isso mesmo…do chão eu não passaria. Pode?

Depois de alguns dias eu o vi tirando uma das rodinhas de apoio e, ao mesmo tempo, olhava para mim com aqueles grandes olhos negros que diziam – como um grande sinaleiro – do chão não passa!

Sentei no selim, empunhei o guidão com medo e nem deu tempo para pensar duas vezes…sua voz com hálito quente no meu ouvido disse mais uma vez, do chão não passa. Vai…pedala, Marcelo!

Pedalei como um bêbado, sem coordenação e, para minha surpresa, eu não caí. Fiquei tão orgulhoso…olhei para trás buscando o seu olhar de orgulho e aprovação e, nesse momento, levei um grande tombo.

Antes que me desse conta do ocorrido, antes de sentir a dor dos ralados no asfalto, ele segurou a minhã mão e me levantou em sua direção e disse: Não falei? Do chão não passa!

Um dia depois, lá estávamos…E, para minha surpresa, a minha caloi estava sem as duas rodinhas de apoio…meu pai enlouqueceu, pensei.

Foi-me apresentado, naquele momento, o primeiro grande desafio da minha breve vida. Vamos lá, filho…Você consegue e lembre-se…do chão não passa!

Olhei para os braços ralados, ainda manchados com o famigerado mercúrio e merthiolate e titubeei ..Mas as palavras de incentivo e a presença do meu me fortaleciam…afinal, para que rodinhas de apoio?

As primeiras pedaladas ele tava ali, segurando o selim…pensei – só por um segundo – será que ele…ops…soltou…fui sentindo a brisa de uma linda noite de verão do ano de 1979 no meu rosto e acreditem, na época, tinha cabelos e eles voavam ao vento…

E fui…pedalando pelo tempo…até hoje tenho a sensação que o meu pai segura o selim da minha vida…

Obrigado pai, por tudo que me ensinou…onde quer que esteja, saiba que já caí várias vezes e, realmente, do chão nunca passei.

Te amo,
Marcelo Marques – 10/08/2016

MARCELO MARQUES

pormarcelomarques

Carta aberta ao Rio de Janeiro

Carta ao Rio de Janeiro

Esta carta foi escrita pro mim durante uma viagem ao Caribe Colombiano.

Rio de Janeiro,

Já estamos juntos há mais de 44 anos… A verdade é que, por incrível que possa parecer, só nos últimos anos te conheci mais profundamente, e sei que ainda há muito para te explorar. O que é muito bom, pelos desafios e pelas surpresas do dia a dia, tão essenciais em qualquer relação – e não seria diferente com a nossa.

Nunca te odiei… Sempre soube separar o racional do amor e da paixão que sinto por ti. Tá bom, confesso que isso é muito difícil, mas eu tento! Sou teu maior crítico, mas, ao mesmo tempo, sou também o teu defensor. Sou incapaz de acusar-te! Defendo-te, ferozmente, de todos aqueles que falam mal de ti.

E o nosso caso de amor? Neste momento, estou distante 5.000 km de ti, mas a tua lembrança não sai da minha cabeça. Vou te falar uma coisa, mas, por favor, não fiques com ciúmes, tá bom? Estou de paquera com uma linda ilha no Caribe colombiano… A água azul em sete tons diferentes é a sua maior atração, realmente encantador, para não dizer sedutor. Confesso que pensei, só por um segundo, em viver aqui… Mas, relaxa, nada para te preocupar, apenas um breve e louco devaneio… Que poder tens sobre mim, Rio de Janeiro? Esse magnetismo que atrai meu pensamento, que me faz viajar na velocidade da luz, descendo parte da América Central, pela Colômbia, pelo Amazonas e por todos os estados que separam-te, fisicamente, de mim…Só quem ama como eu, só quem é realmente apaixonado, sabe por que acontece isso.

Em uma relação saudável, é preciso ter confiança, não é? A confiança que tenho em ti é tanta, que em nenhum momento sinto ciúmes quando um compositor te canta em versos e diz que tu foste a sua fonte de inspiração. Também não fico enciumado quando um pintor desenha as tuas curvas e cores. Muito pelo contrário, sinto-me envaidecido, aquele orgulho quase infantil que não faz mal a ninguém. Como não sei compor e nem pintar, permito que outros apaixonados te homenageiem.

Nunca consegui ficar tanto tempo longe de ti. Já morei em São Paulo por quase 6 anos, mas raros foram os finais de semana em que ficamos separados. Naquela época, passagem de avião era só para a classe média alta. Estava apenas começando a minha vida profissional, mas, mesmo assim, honrei a minha promessa de sempre ficar perto de ti. A Rodovia Presidente Dutra TAMBÉM sabe muito bem dessa história. Na realidade, foi testemunha, quilômetro a quilômetro, de sentimentos de alegria e de saudade. A dicotomia de sentimentos era definida pela minha direção, pelo sentido da viagem. Entre as minhas andanças, conheci várias cidades, vários países e sempre me questionei – e ainda me questiono – se te trocaria. Acho que faço isso como exercício de fidelidade.

Nova Iorque me encantou, mas é muito fria e o Central Park não chega nem perto da beleza das tuas matas. São Francisco foi páreo duro…que linda cidade! Fiquei balançado, mas rapidamente aprumei.

Buenos Aires é muito charmosa e romântica, realmente encantadora, mas prefiro as tuas músicas e a tua felicidade, o tango é meio nostálgico.

Orlando? Nem te preocupes, é muito artificial! Para ser sincero, o teu extinto Tivoli Parque, por mais antigo que fosse, ao lado da linda Lagoa Rodrigo de Freitas, era incomparável… Coisas de apaixonado!

A Califórnia tem lindas e belas cidades, mas sabe o que lhes falta? O majestoso Atlântico! Nunca tive intimidade com o Pacífico e, para ser sincero, nem quero ter.

E no Brasil? Quantos lugares encantadores! Talvez, nessa vida, não chegue a conhecer nem 1% das suas belezas, mas nenhuma das que já conheci chegaram aos teus pés. E, se existirem outras vidas, torcerei para nascer e renascer no Brasil, mas obviamente bem aí, juntinho a ti.

Estive pensando sobre esse magnetismo que atrai cariocas, como eu, a ti… Sabe aquelas tartaruguinhas que nascem em uma praia, na imensidão do nosso litoral? Então, a tartaruguinha que cresce viaja o mundo, aparece em uma praia ou outra a milhares de quilômetros de distância de onde nasceu, mas, quando chega a hora de completar o ciclo reprodutivo, volta instintivamente para a mesma praia em que nasceu. Pronto! Eu sou essa tartaruga e meus instintos sempre me trarão de volta para ti.

Mas chega de falar da minha paixão, pelo menos por agora, ok? Preciso falar sobre os teus problemas – e olha que não são poucos. Em uma relação sadia, é preciso separar as coisas. É preciso enxergar os defeitos. Escondê-los e não admiti-los os tornam maiores e impossíveis de serem solucionados.

Andam te maltratando, não é? E já faz tempo… Maltratam-te a corja de políticos que te utilizam em um escrachado esquema de poder.

Maltratam-te todos aqueles que nasceram ou permaneceram junto a ti e, bem longe, no centro do Brasil, sujam o teu nome na mesma entrelaçada trama que faz de ti e de teus filhos reféns da nefasta corrupção.

Maltratam-te aqueles que poluem os teus rios, derrubam as tuas matas e sujam as tuas ruas. Aqueles que não se lembram da tua história, das tuas conquistas e, principalmente, do quanto foste importante para a história do nosso país.

Maltratam-te aqueles que sujam o teu solo de vermelho, a cor que personifica a violência nos teus arredores. Foste refém de tantos governos que nunca souberam te valorizar, muito pelo contrário, souberam apenas explorar-te, sem nada te dar em troca e nem aos teus filhos.

E tu? Sofres e resistes com dignidade, afinal, todos eles que te maltrataram passaram e passarão, e tu permaneces, sem contudo perder a esperança de que as próximas gerações te valorizarão e te respeitarão.

Tu sabes que a principal solução para os teus problemas é a educação. Sim, a educação que fora negligenciada por aqueles que tramam no perverso jogo do poder e de dominação.

Daqui a alguns meses, receberás carinhosamente atletas de todo o mundo. Infelizmente eles e o mundo perceberão as tuas rugas de preocupação, causadas por todos aqueles que não te tratam bem. E tu, mesmo assim, receberás a todos de braços abertos, bem lá de cima do Corcovado, e aqueles mais sensíveis perceberão o teu pedido de socorro.

Rio de Janeiro, acredita! Assim como eu, muitos te amam com tamanha intensidade e lutarão, cada um a seu modo, para te proteger, pois, como disse no início desta carta, sou incapaz de julgar-te.

 

Com muito amor,

Marcelo Marques, um carioca apaixonado

pormarcelomarques

Carta Aberta à Corrupção

Carta aberta à corrupção por Marcelo Marques

Tu és a mais mortal das serial killers, o vírus que contamina autoridades, instituições e a sociedade. Esteves presente, desde sempre, nas relações de poder e e traçou e, ainda traça, o destino de nações, de povos e da própria humanidade.

Em alguns países, tens sido combatida com rigor, mas és forte e ainda sobrevive, no entanto, não causa tanto estrago.

No nosso Brasil, és responsável por toda as mazelas que assolam a população.

Quantos assassinatos cometestes, não é? Sim, cada cidadão morto nas cidades, vítimas da violência das armas e das drogas, fostes tu que apertastes o gatilho.

As dezenas de milhares de mortos nas estradas, também fostes tu a responsável. Estás presente no buraco assassino, na fiscalização precária, na curva não sinalizada.

Em cada enfermaria, em cada CTI, em cada corredor de hospital também estás presente matando o povo brasileiro. Nos corredores, és vista em forma de macas que não deveriam estar ali. Vejo-te, também, no último suspiro de um moribundo que acabou de morrer por falta de recursos em um centro cirúrgico.

São seus hospedeiros as Assembleias Legislativas, as Câmaras de Vereadores, os Órgãos Públicos, os Palácios de Governo, o Congresso e os partidos políticos. Nesses organismos, tu contaminas as estruturas, fortalecendo-te.

Mas onde mais te enxergo é na escola, mas não sentada em uma cadeira a assistir a uma aula, e sim na falta de recursos, na merenda que não chega, nos professores que, embora saibam da sua missão de vida, não entendem o porquê disso tudo. Te vejo em cada criança que mal sabe ler, muito menos interpretar. Na tabuada não decorada e no livro rasgado.

A Falta de Educação nunca foi um problema para ti, e sim um grandioso projeto.

Até quando estarás entre nós?

 

Marcelo Marques (09.09.2017)

pormarcelomarques

Por que não comigo?

MEU MOMENTO

Pensei em parar
Mudar de rumo
Seguir novos caminhos

Pensei em desistir
Abandonar o barco
Pular na água gelada e remar até a praia mais próxima

Por alguns instantes senti pena de mim… Que bom que por alguns instantes.
Perguntei: Por que comigo? Olhei para trás, para o lado…Por que não comigo?
Ainda bem que foi comigo…

Na jornada da vida, da breve e infinita vida
Aprendi que “hoje” chama-se “presente” não à toa…
É o agora, não o ontem e o amanhã.
O agora é o lugar em que preciso estar

Se mudasse o rumo, se apontasse a proa para outro horizonte
Se navegasse outros mares e respirasse outros ares
Deixaria para trás o meu dom…

Não vou me permitir a minha luz apagar…
Na escuridão da vida e n momento de tanta lida
A minha luz somada a sua luz
Fazem a diferença.

Mas é só uma centelha…
Não é só uma centelha
É a presença de luz onde se fazia a escuridão.
(Marcelo Marques)

Marcelo Marques

  • Sou Co-fundador de uma grande empresa de Ensino a Distância do País e em 2014 a vendi para o Grupo UOL, permanecendo no cargo de Diretor até 2016.
  • Palestrante, Consultor de Empresas e graduado pela UERJ.
  • Autor de vários livros na área de gestão.
  • Ministrou aulas em mais de 15 estados e é autor de livros na áreas de Administração e Gestão Pública.
  • Videos no youtube superam 3 milhões de visualizações.
  • Reconhecido nacionalmente por ter ajudado dezenas de milhares de pessoas a atingirem seus objetivos na carreira pública.
  • Co-Fundador de Lead Automático.
  • Fundador do 4YouArt
  • Fundador da MM Educação e Negócios